terça-feira, 22 de julho de 2008

RESPEITO – ARNALDO ANTUNES – GUETO - E AGORA PARA DANÇAR? – 1989

O que está sendo feito
Pode ser de outro jeito
O que já se fez é bem feito
O que está sendo feito
Pode não estar direito
O que passou é perfeito
O que está acontecendo
Pode ter defeito
O que já foi eu aceito
O que está acontecendo
Pode ser de outro jeito
O que passou merece
Respeito

Comentário: Por que essa mania de a gente achar que o passado foi sempre melhor que o presente? Quem nunca ouviu alguém dizer (ou mesmo dito): “Bons tempos aqueles...”, “Eu era feliz e não sabia”. Acho que valorizamos o passado em detrimento do presente, porque acabamos esquecendo os defeitos antigos e valorizando demasiadamente os atuais. Então o tempo passa, a vida continua e a gente continua sonhando com um futuro melhor, recordando um passado dourado e não vivendo o presente.

José Rosa (ZeRo S/A)

12 comentários:

Denise disse...

Perfeito!!

Ramon Alcântara disse...

Na verdade tentamos voltar ao chamado "sentimento de oceano", período cujo achamos que somos uno com o mundo, até a ma~e retirar o peito da nossa boca e vemos que somos uno e o mundo é outro. Desde então buscamos a perfeição perdida, a perfeição que nunca existiu, mas temos o sentimento que ficou no passado e poderá ficar no presente.


abzzzz

Maria Maria disse...

Obrigada pela "Chegada" aqui no espartilho e pelas leituras. Beijos do Seridó.

Henrique disse...

obrigado pelo comentário. Adoro arnaldo antunes.


abraço

Aline Aimée disse...

Pois é, e essa postura nostálgica nos deixa apáticos e resignados no presente.

[ rod ] disse...

O passado fascina pela certeza do bom e mau vivido... mas é ilusão demais viver sob o seu subjugo.

Abçs meu caro,








Novo Dogma:
faTos...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

POETICAMENTE FALANDO... disse...

José Rosa,

Que alegria a minha ter a sua visita!Li esse poema seu em um outro Blog amigo, e o trouxe para o meu, pois achei belíssimo.
Grata surpresa ver o autor em visita, e espero que tenhas aprovado a formatação, faço com muito carinho.


Abraços, agora estarei aki no seu Blog tendo esse privilégio...

Reggina Moon

rascunhomusical disse...

Tenho lutado contra a idéia do "era feliz e não sabia". Eu mesmo já disse isso. Acho que, na verdade, não a questão do ter sido mais feliz em determinado tempo que no agora, mas sim o desejo de voltar ao tempo em que se tinha mais tempo, tempo pela frente, tempo de vida, mais tempo para o errar e o acertar, mais tempo para o encontrar.... muitas vezes porque olhamos pela frente e não vemos muito tempo. Na verdade há. E há coisas boas por vir. Talvez não saibamos em determinados momentos buscá-las.

Iara na Janela disse...

Sem o presente, o passado não goza.

Amo Arnaldo Antunes.

Um xerão!

Sayô disse...

Eh um saudosismo bobo, ne?
E ainda mais achar q era feliz e não sabia. Melhor dizer e admitir...vivi e como fui feliz. vivo e como SOU FELIZ!
Um beijo em vc capricorniano

Renata de Aragão Lopes disse...

Oportuna reflexão...

Um abraço,
doce de lira

Anônimo disse...

...Ah! Querido!!! adivinha,que está comentando?...Simplesmente pra te dizer;Que literalmente,sou encantada,pela sua inteligência,e dizer,que você é muito especial para mim.faz pouco tempo,que nos conhecemos...Mas desde ja; Deixo aqui o meu carinho,afeto,respeito e amor,para com você.
Sou todinha sua Fã. Com Amor♥
Ela...